Os grandes problemas enfrentados pelo Android, rentabilidade das empresas

Muito poucos teriam previsto a ascensão meteórica da plataforma Android. Se voltarmos nossa mente para o ano d 2008, a empresa Google parecia estar sofrendo com a crise econômica e indo de mal a pior. Mas, com o lançamento de sua primeira versão do Sistema Operacional Android rodando no HTC Dream(T-Mobile G1), foi uma surpresa para todos. O sistema foi muito bem aceito, mas esmagado pelo iPhone da Apple rodando o iOS.

O mesmo acontecia como navegador Chrome, as pessoas não o aceitaram bem e com isso demorou meses para garantir 1% do mercado de navegadores. Os preços das ações da Google sofreram queda e só no início de 2009 que começou a subir novamente.

De acordo com a Fast forward e última pesquisa IDC realizada, nos últimos cinco anos, o Android reivindicou uma quota de mercado global de 84,7% no segundo trimestre de 2014 e o Chrome teve uma participação de 45% de mercado dos navegadores. Você se pergunte, que agora o Google parece mais forte e mais rico do que nunca, mas o futuro do Android ainda é imprevisível.

A rentabilidade do Android

Samsung:
Os maiores aumento do Android, foi devido a Samsung, mas os relatórios de ganhos recentes são preocupantes. Pois os lucros da divisão de celulares está em declínio. Quase uma questão de entrar em pânico, a Samsung lucrou em média 6 bilhões de dólares e a maioria destes lucros, vieram da venda de Smartphones vendidos com o sistema operacional Android, mas os lucros tiveram grande e rápido declínio em relação ao mesmo trimestre do ano passado, cerca de 30% de diferença.

HTC:
A empresa teve um grande destaque devido ao uso do sistema operacional Android em seus Smartphones. a linha HTC One foi um grande motivo de a empresa lucrar muito no último trimestre, cerca de 75 milhões de dólares de lucratividade, mas assim como a Samsung, está sofrendo grandes quedas nos lucros.

Sony:
A Sony tem lutado muito para voltar ao mercado móvel depois de sua divisão. Com a linha prêmio Xperia Z e várias atualizações nos últimos seis meses, alcançou bastante mercado neste último trimestre, mas também está sofrendo com a queda de lucros. No último trimestre, embora tenha ganhado muito mercado, mas mesmo assim foi fechado com prejuízo de 27 milhões de dólares

LG:
A empresa teve um lucro de 83,4 milhões de dólares americanos em sua divisão móvel no segundo trimestre, o primeiro lucro de um bom tempo em baixa, mas o mais importante baseado em um impacto de 16% nas suas vendas.

Nokia:
Ainda é cedo para falarmos desta empresa, agora parte da Microsoft. A empresa teve em média 5,8 milhões de vendas em sua divisão móvel no trimestre, desde que foi assumida pela Microsoft de Bill Gates, algo até então positivo em relação ao mesmo período do ano passado.

Mercado chines
Os chineses estão em acensão também neste ano de 2014, empresas como Lenovo (que adquiriu a Motorola), Xiaomi que reivindicou o topo lugar em vendas de smartphones chineses no último trimestre com uma quota de 14% no mercado chines. Outras empresas como ZTE, Huawei, Alcatel e até mesmo as recém chegadas tal como Oppo, e OnePlus, que embora significativamente inferiores aos seus concorrentes, estão devagar alcançando o mercado. Se pararmos para imaginar, daqui a alguns anos, poderão surgir outras estas que hoje pequenas, poderão ser grandes concorrentes das gigantes, e mesmo que não seja grandes concorrentes, irão pelo menos dissipar o mercado móvel. Ou seja, outas irão deixar de lucrar milhões devido a sofrer perda de algumas “migalhas”, porém juntando todas as “migalhas” das pequenas, porém muitas no mercado global.

Bom, o jeito é esperar o futuro esclarecer por si só as dúvidas quanto ao futuro.

Leia matéria completa (em inglês): Androidauthority

Compartilhe isto:

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS