Vivemos em um mundo conectado 24 horas por dia, mas isso a grande maioria das pessoas estão carecas de saber. Mas o que muitas pessoas ainda não se deram conta é que a internet não está mais presente apenas no nosso computador, mas também em outros dispositivos que estamos utilizando o tempo todo. E com isso vem a pergunta: as pessoas estão realmente preocupadas com a segurança dos seus sistemas?

Um exemplo simples de ser entendido: Hoje em dia a grande maioria das pessoas já se conscientizaram de que um antivírus instalado no computador que acessa a internet todos os dias é obrigatório. Mas hoje em dia os smartphones possuem as mesmas funcionalidades dos computadores, e a mesma capacidade de se conectar na internet. E quantas pessoas realmente se preocupam com a segurança dos seus telefones?

Televisões, tablets, geladeiras, e outros dispositivos estão conectados na internet hoje em dia. E todas estas facilidades também podem trazer alguns problemas para quem não consegue dedicar um tempo para pensar na segurança dos seus acessos. E estes problemas podem ser mais graves quando pensamos que sistemas de segurança para casa também estão sendo feitos para funcionar conectados à internet.

Confira algumas dicas para conseguir aumentar a segurança da sua casa inteligente e cada vez mais conectada.

Proteja a sua rede sem fio

Hoje em dia existem diversas soluções interessantes para proteção da nossa rede sem fio. Apostar em soluções mais técnicas, com a contratação de empresas especialistas em segurança, pode ser uma boa ideia.

Gerenciamento inteligente de senhas

Uma medida obrigatória mas que as pessoas acabam esquecendo é trocar a senha padrão dos equipamentos roteadores. Além disso, as pessoas também não podem colocar senhas padrões e fáceis para proteger suas conexões sem fio.

Separando as redes

Uma dica interessante também é ter mais de uma rede de internet em casa. Existem roteadores que permitem com que as pessoas configurem duas redes diferentes. Desta forma uma delas pode ser utilizada apenas para transações consideradas importantes, como transações bancárias, e outra rede para utilização dos dispositivos que não oferecem tanto perigo assim.

Compartilhe isto:

COMENTÁRIOS

COMENTÁRIOS